Thursday, June 30, 2005

Agenda - Especial Verão 2005

Foto Fotografia Na Net

Atendendo ao número de concertos que irão ocorrer nos próximos 3 meses em Portugal, seria de todo impraticável reunir informações sobre todos os espectáculos programados. Assim, opta-se por deixar apenas algumas das principais datas e nomes a marcar presença no Verão português de 2005.

1 e 2 de Julho
Festival MUSA em Carcavelos

2 de Julho
Queen + Paul Rodgers no Estádio do Restelo

A Naifa no Castelo de S. Jorge em Lisboa

8 de Julho
Mafalda Arnauth + Corvos no Castelo de S. Jorge em Lisboa

9 de Julho
Festival Hype@Tejo em Algés/Doca Pesca
(Chemical Brothers, Spektrum, DJ Dolores, The Gift, Blasted Mechanism…)

Carlos do Carmo + Bernardo Sassetti, Carlos Bica e Alexandre Frazão com Orquestra Sinfonietta de Lisboa no Anfiteatro Keil do Amaral, Lisboa

13 de Julho
Thievery Corporation - Cool Jazz Fest em Oeiras

15 de Julho
Xutos & Pontapés no Anfiteatro Keil do Amaral, Lisboa

18,19 e 20 de Julho
Maria Bethânia no Coliseu dos Recreios

21 a 24 de Julho
África Festival no Anfiteatro Keil do Amaral, Lisboa
(Ali Farka Touré, Mabulu, Manecas Costa, Waldemar Bastos, Lura, Tito Paris…)

25 de Julho
Feist no Fórum Lisboa

27 de Julho
Jaime Cullum - Cool Jazz Fest em Cascais

28, 29 e 30 de Julho
Festival de Músicas do Mundo de Sines
(Amadou & Mariam, Cristina Branco + Brigada Victor Jara + Segue-me à Capela, Ba Cissoko, Astrid Hadad, Lula Pena, Kíla, Ktu, Samurai 4…)

30 de Julho
Marianne Faithfull - Cool Jazz Fest em Cascais

28 a 31 de Julho
Festival Vilar de Mouros
(Nightwish, Within Temptation, Peter Murphy, Blues Explosion, Echo & The Bunnymen, Joe Cocker, Faithless, Joss Stone, Robert Plant…)

4 a 7 de Agosto
Festival Sudoeste
(Emir Kusturica & The Non Smoking, Gato Fedorento, Oasis, Kasabian, Da Weasel, Skank, LCD Soundsystem, Maximo Park, Devendra Banhart, Fat Boy Slim, Ben Harper & The Innocent Criminals, The Thrills, Peaches, Josh Rouse, Basement Jaxx, The Kills…)

14 de Agosto
U2, Keane, Kaiser Chiefs em Lisboa/Alvalade XXI

16 a 18 de Agosto
Festival Paredes de Coura
(Foo Fighters, Kaiser Chiefs, The Bravery, !!!, Pixies, Queens Of The Stone Age, The Arcade Fire, The Roots, Nick Cave & The Bad Seeds, Vincent Gallo, Killing Joke, Juliette and The Licks, Blind Zero…)

31 de Agosto
Beach Boys no Coliseu dos Recreios

Wednesday, June 29, 2005

Sines 2005/07/28



«EM 1975, numa jornada de trabalho para abrir uma estrada na Lousã, aparece uma viola e meia dúzia de vozes começam a cantar. Em 1990, uma estudante de jornalismo recebe um CD de Amália de presente e apaixona-se pelo fado. Em 1999, o dono de um bar em Aveiro faz um convite a uma antiga cantora do Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra e ela junta forças a cinco amigas para responder ao desafio.

Em 2005, estes três acasos são três casos da música portuguesa: Brigada Victor Jara, grupo histórico na revitalização da música de raiz tradicional, Cristina Branco, a voz mais aventureira do fado contemporâneo, e Segue-me à Capela, um dos nossos melhores agrupamentos de canto a capella.

Depois de uma pequena experiência entre Cristina e a Brigada, em 2004, em Lisboa, Sines assiste à estreia na plena maturidade de um projecto que junta o fado, o folclore e a polifonia portugueses e os lança ao encontro dos ritmos africanos, das melodias sul-americanas e da fonte de vida que é o jazz.

Com produção musical de Custódio Castelo, guitarrista e compositor de Cristina Branco, e do pianista da Brigada, Ricardo Dias, este projecto é Portugal no seu melhor. Portugal unido e em direcção ao mundo.»

Programa completo do Festival Músicas do Mundo de Sines
De Cristina Branco já se falou no EM, por exemplo: aqui e aqui.

Monday, June 27, 2005

Live 8














Considerado, por uns, um acontecimento oportunista e discriminatório e, por outros, como a nova batalha pela melhoria das condições de vida do Continente Africano, a verdade é que o Live 8 será o maior acontecimento musical de todos os tempos, contando com a participação dos principais nomes da música mundial.

Embora com objectivos diferentes, o Live 8 é o herdeiro do Live Aid 85, que se realizou em Londres e Filadélfia. Outrora Bob Geldof e Midge Ure, responsáveis pelo projecto, pretenderam angariar fundos para o combate à fome em África, desta vez, pretendem pressionar os líderes do G8 (Grupo dos países mais ricos do mundo) para que estes se empenhem verdadeiramente na resolução dos problemas do Continente Africano, particularmente na erradicação da pobreza extrema em que vivem milhões de Africanos.

Desta vez, e em simultâneo, ocorrerão no próximo dia 2 de Julho gigantescos concertos em Londres, Roma, Paris, Berlim, Barrie (Canadá), Tóquio, Joanesburgo (África do Sul) e Filadélfia.

Em cada uma das cidades haverá um cartaz fortíssimo que pode, juntamente com muitas outras informações, ser consultado aqui.

Do cartaz, fazem parte nomes como (entre muitos outros):

Annie Lennox; Coldplay; Joss Stone; Madonna; Pink Floyd (juntos especialmente para a ocasião); U2; Sting; REM em Londres.

Andrea Bocelli; Calogero; The Cure; Muse; Placebo; Youssou N'Dour em Paris.

Audioslave; Brian Wilson; Green Day; Roxy Music em Berlim.

Biagio Antonacci; Faith Hill; Jovanotti; Laura Pausini; Tiromancino; Zucchero em Roma.

Will Smith; Dave Matthews Band; Jay-Z; Kaiser Chiefs; Linkin Park; Maroon 5; Stevie Wonder em Filadélfia.

Deep Purple; Motley Crue; Our Lady Peace; The Tragically Hip em Barrie(Canadá).

Bjork; Dreams Come True; Good Charlotte; Rize em Tóquio.

4Peace Ensemble; Lucky Dube; Mahotella Queens; Orchestre Baobab em Joanesburgo.

Technorati tags:

Wednesday, June 22, 2005

«Y Cuba quiere a Serrat»

Image Hosted by ImageShack.us

Cuba le canta a Serrat - Vários Artistas


Desde os dias da Nueva Trova até aos do Buenavista Social Club, a figura do cantautor catalão - Joan Manuel Serrat - tem sido objecto de um profunda admiração e respeito na mais musical ilha do Caribe. Este trabalho duplo, composto por dois cd's e um Dvd, é a sincera homenagem dos principais músicos cubanos à obra do maior cantautor europeu.

Ao longo de mais de um ano, a convite da editora DiscMedi-Blau, os grandes nomes da música cubana reuniram-se em Cuba, apresentando versões dos mais emblemáticos temas de Serrat. O resultado foi brilhante, conferindo às canções do poeta Serrat, a verdadeira alma de Cuba.

A riqueza dos ritmos cubanos foi aqui utilizada com mestria, contando com versões verdadeiramente magistrais, de nomes como Omara Portuondo, Ibrahim Ferrer, o magnífico Silvio Rodriguez, Pablo Milanés, Chuco Valdés, Compay Segundo, entre muitos outros nomes da primeira linha da música cubana.

É pois uma sentida e sincera declaração de amor de Cuba à figura de Joan Manuel Serrat, num projecto único, que merece ser apreciado com particular interesse.

Alinhamento:

CD1

01- Turré - Pancho Amat y el Cabildo del Son
02- Por Dignidad - Omara Portuondo

03- No Hago Otra Cosa Que Pensar En Ti - Orquesta Aragón
04- Como Un Gorrión - Grupo Compay Segundo

05- Toca Madera - Vania y Tata Güines
06- Te Guste o No - Ibrahim Ferrer

07- Menos Tu Vientre - Silvio Rodríguez

08- Para La Libertad - Aceituras Sin Hueso
09- Lucía - Haila

10- Señora - David Calzado y su Charanga Habanera
11- Maditerráneo - Frank Fernández

CD2

01- Mensaje da Amor de Curso Legal - Pablo Milanés

02- Paraules D'amor - Chucho Valdés

03- La Mujer Que Yo Quiero - Pupy y Los que Son Son
04- Cantares - Trío Taicuba (com Tata Güines)
05- Aquellas Pequeñas Cosas - Somos Amigos

06- Me Gusta Todo De Ti(Pero Tú No) - Pío Leyva
07- Tu Nombre Me Sabe a Yerba - Leyanis López

08- Hoy Puede Ser Un Gran Día - La Familia Valera Miranda
09- Desamor - Davis Álvarez y Juego de Manos
10- Penélope - Bamboleo

Wednesday, June 15, 2005

Sailing



Picaresque - The Decemberists


Os norte-americanos The Decemberists são uma pitoresca banda indie. Ouvir esta banda é entrar numa peça de teatro infinita onde, através de uma representação cénica de mundos épicos e grandiosos, são elevados ao expoente, conceitos como o verdadeiro amor, a vingança, a humilhação, a morte, a dor, e onde a loucura da desilusão e o encanto das paixões são verdadeiramente encantadoras.

Este 3º álbum de originais dos The Decemberists comprova a enorme capacidade criativa de Colin Meloy, principal vocalista e responsável pelo processo criativo da banda. A forma como este singer-songwriter transporta para as faixas do álbum, as maravilhosas histórias que povoam a sua mente é verdadeiramente surpreendente, transformando este projecto num dos que merece ser seguidos com atenção.

Cada música do disco conta uma história diferente, através de uma utilização cuidada e eloquente da língua inglesa, Colin Meloy constrói temas de cariz literário, muitas vezes ligados ao imaginário marítimo que sempre tem acompanhado o percurso da banda.


Alinhamento:

01- Infanta
02- We Both Go Down Together
03- Eli, the Barrow Boy
04- Sporting Life
05- Bagman's Gambit
06- From My Own True Love (Lost at Sea)
07- Sixteen Military Wives
08- Engine Driver
09- On the Bus Mall
10- Mariner's Revenge Song
11- Of Angels and Angles

Concerto completo para ouvir aqui (RealAudio) via NRP.org.

Tuesday, June 14, 2005

Uma compilação incontornável



Minimum-Maximum[Live] - Kraftwerk


Numa carreira com mais de 35 anos, os germânicos Kraftwerk criaram alguns dos maiores temas de sempre da música electrónica. São paralelamente uma das bandas mais importantes da história da música Pop. Têm um papel de extrema importância na história da música, particularmente na construção e desenvolvimento da música electrónica.

Este «Minimum-Maximum» é o resultado de uma longuíssima digressão realizada o ano passado, que provou a enorme vitalidade dos "avós" da electrónica.

São 22 temas, onde estão incluídos todos os grandes clássicos do grupo gravados ao vivo nos concertos da tournée mundial de 2004.

Alinhamento:

CD: 1
01. The Man-Machine - Warszawa, Sala Kongresowa
02. Planet Of The Visions - Ljubljana, Krizanke
03. Tour de France Etape 1 - Riga, Olimpiska Hall
04. Chrono - Riga, Olimpiska Hall
05. Tour De France Etape 2 - Riga, Olimpiska Hall
06. Vitamin - Moskwa, Lushniki
07. Tour De France - Paris, Le Grand Rex
08. Autobahn - Berlin, Tempodrom
09. The Model - London, Brixton Academy
10. Neon Lights - London, Royal Festival Hall

CD: 2
01. Radioactivity - Warszawa, Sala Kongresowa
02. Trans-Europe Express - Budapest, Sportarena
03. Metal On Metal - Budapest, Sportarena
04. Numbers - San Francisco, The Warfield
05. Computer World - Moskwa, Lushniki
06. Home Computer - Warszawa, Sala Kongresowa
07. Pocket Calculator - Moskwa, Lushniki
08. Dentaku - Tokyo, Shibuya Ax
09. The Robots - Moskwa, Lushniki
10. Elektro Kardiogramm - Tallinn, Exhibition Hall
11. Aerodynamik - Riga, Olimpiska Hall
12. Music Non Stop - Moskwa, Lushnik

Video

Monday, June 13, 2005

SLY & ROBBIE - confirmados no MUSA




«A mítica dupla rítmica Sly & Robbie que é considerada a melhor do mundo de reggae está a caminho do MUSA!

Ao fim de 27 anos de carreira recheados de êxitos, será a vez de Carcavelos e do Festival MUSA receber no dia 2 de Julho estes verdadeiros guru´s acompanhados pela Taxi Band e pela conhecida voz de Bunny Rugs, o vocalista dos Thirdworld.
Tendo o reggae como ponto de partida nas suas carreiras, o baixo que ouvimos em “Stir It Up” de Bob Marley é o de Sly. Ao longo destes 27 anos a dupla “viajou” por vários estilos musicais fruto do trabalho com os mais variados artistas desde Mick Jagger, Madonna, Bob Dylan, Lou Reed e Peter Tosh (no sucesso mundial (“Don´t Look Back”), Grace Jones, Joe Cocker, Simply Red, entre outros, não esquecendo as suas incursões pelos novos estilos do reggae que passam invariavelmente pelo drum n´bass e pelo dub.
Estes dois senhores da música reggae , fundadores da mítica banda de reggae Black Uhru (Liberdade Negra), apresentaram uma nova abordagem do reggae que veio a influenciar toda geração de artistas de todo o mundo. Simultaneamente conseguem que o reggae deixe de ser expressão circunscrita à Jamaica e se transforme em expressão universal. Com Sly Dunbar na bateria, Robbie Shakespeare no baixo e Bunny Rugs na voz estão criadas as condições para um dos mais marcantes concertos de reggae em Portugal.
A maior secção rítmica do reggae não perdeu imaginação nem energia e, ainda hoje, Sly & Robbie esbanjam criatividade. Será um concerto a não perder não somente pela nação rasta mas por todos aqueles que gostam de boa música independentemente do género em causa.

Local: Recinto da Feira de Carcavelos, Carcavelos
Horário: Abertura de portas 18h30
Data: 1 e 2 de Julho de 2005
Bilheteira: 1 dia: 4 euros 2 dias: 6 euros

Bilhetes à venda na FNAC, Lojas Abreu, www.ticketline.pt e no próprio dia no local do evento.

Mais informações em: www.criativa.org»

Thursday, June 02, 2005

Oporto Wine



Live at Earls Court - Morrissey


Este novo lançamento de Morrissey deverá ser visto, para além dos inegáveis interesses económicos envolvidos na produção deste tipo de álbuns ao vivo, como uma demonstração de que o tempo, muitíssimas vezes, melhora tudo por onde passa.

É um álbum que fará as delícias de qualquer fan dos The Smiths e, consequentemente, de Morrissey. O trabalho reúne um conjunto de grandes performances do cantor, demonstrando definitivamente que Morrissey se encontra num momento único de explosão criativa e interpretativa.

Este é um trabalho composto por 18 temas, gravados (com excelente qualidade sonora) nos concertos que o músico deu por ocasião da recente tournée inglesa de apresentação de «You Are The Quarry» (um dos melhores álbuns de 2004) nas cidades de Londres, Glasgow, Birmingham, Brighton e Dublin.

Mas, contrariamente ao que se possa pensar, este «Live at Earls Court» não é apenas a transposição do álbum «You Are The Quarry» para o formato ao vivo. Este é igualmente um exercício nostálgico, contando com temas emblemáticos dos The Smiths como «How Soon Is Now», «Shoplifters Of The World Unite» ou «There Is A Light That Never Goes Out», para além de alguns B-Sides do músico britânico, covers como «Redondo Beach» de Patti Smith, aos quais se juntam alguns dos melhores temas do seu aclamado mais recente trabalho de originais.

Uma imperdível apresentação ao vivo de um músico que soube envelhecer musicalmente de uma forma verdadeiramente inspiradora.

Alinhamento:

01. How Soon Is Now

02. First Of The Gang To Die
03. November Spawned A Monster
04. Don’t Make Me Fun Of Daddy’s Voice
05. Bigmouth Strikes Again
06. I Like You
07. Redondo Beach

08. Let Me Kiss You
09. Subway Train
10. There Is A Light That Never Goes Out
11. The More You Ignore Me The Closer I Get
12. Friday Mourning
13. I Have Forgiven Jesus
14. The World Is Full Of Crashing Bores
15. Shoplifters Of The World Unite
16. Irish Blood English Heart
17. You Know I Couldn’t Last
18. Last Night I Dreamed That Somebody Loved Me