Wednesday, June 29, 2005

Sines 2005/07/28



«EM 1975, numa jornada de trabalho para abrir uma estrada na Lousã, aparece uma viola e meia dúzia de vozes começam a cantar. Em 1990, uma estudante de jornalismo recebe um CD de Amália de presente e apaixona-se pelo fado. Em 1999, o dono de um bar em Aveiro faz um convite a uma antiga cantora do Grupo de Etnografia e Folclore da Academia de Coimbra e ela junta forças a cinco amigas para responder ao desafio.

Em 2005, estes três acasos são três casos da música portuguesa: Brigada Victor Jara, grupo histórico na revitalização da música de raiz tradicional, Cristina Branco, a voz mais aventureira do fado contemporâneo, e Segue-me à Capela, um dos nossos melhores agrupamentos de canto a capella.

Depois de uma pequena experiência entre Cristina e a Brigada, em 2004, em Lisboa, Sines assiste à estreia na plena maturidade de um projecto que junta o fado, o folclore e a polifonia portugueses e os lança ao encontro dos ritmos africanos, das melodias sul-americanas e da fonte de vida que é o jazz.

Com produção musical de Custódio Castelo, guitarrista e compositor de Cristina Branco, e do pianista da Brigada, Ricardo Dias, este projecto é Portugal no seu melhor. Portugal unido e em direcção ao mundo.»

Programa completo do Festival Músicas do Mundo de Sines
De Cristina Branco já se falou no EM, por exemplo: aqui e aqui.