Saturday, January 22, 2005

Fado é Vida...

Image Hosted by ImageShack.us
Ulisses - Cristina Branco


"Esta é a minha adaptação ao fado. Para mim o fado é vida, não é destino, não passa por nostalgia, não é uma história triste".

Este novo trabalho de Cristina Branco, aliás na linha do que já havia acontecido no seu álbum anterior - «Sensus», está longe de ser um disco de fado. Quem for ouvir este «Ulisses» na espectativa de ir ouvir mais um bom disco de fado vai ter uma grande desilusão. Isto porque em «Ulisses», Cristina Branco assume definitivamente que não é uma fadista, é e sempre foi, isso sim, uma grande artista. Para além disso, discutir se o disco é de fado ou não é, e se Cristina é ou não fadista é um exercício perfeitamente inútil, quando estamos perante uma das maiores vozes da música Portuguesa. É o estilo de Cristina Branco, e chega!

Este álbum inclui temas em inglês, francês e espanhol, contando ainda com inéditos de Vasco Graça Moura, Júlio Tomar e Vitorino, bem como a recriação de temas de Amália Rodrigues, Fausto e Zeca Afonso. Há ainda versões de temas da américa do sul e anglo-saxónicos, como «A case of you» de Joni Mitchell.

É fundamentalmente um disco de (grandes) interpretações, com um excelente acompanhamento musical, a maravilhosa voz de Cristina faz com que os poemas, uma boa parte inéditos, ganhem uma dimensão notável.

Num trabalho onde se torna tarefa árdua encontrar pontos fracos, destaca-se alguns momentos verdadeiramente mágicos, como são: «Sonhei Que Estava Em Portugal»; «Alfonsina y el mar»; «Navio triste»; «Liberté»; «Porque me olhas assim»; «Circe» e a recriação de um dos maiores sucessos de Amália Rodrigues - «Gaivota».

Alinhamento:

01. Sonhei que estava em Portugal
02. Alfonsina y el mar
03. Sete pedaços de vento
04. Redondo vocábulo
05. A case of you
06. Navio triste
07. Oh! como se me alonga de ano em ano
08. Choro
09. Liberté
10. Cristal
11. Porque me olhas assim
12. E por vezes
13. Circe
14. Gaivota
15. Fundos