Tuesday, October 24, 2006

Wednesday, October 18, 2006

Cristina Branco na Casa Da Música



«Cristina Branco é uma das vozes mais puras, transparentes e emotivas do novo fado. Podíamos falar de alma ou do peso da alma no seu trabalho. Mas nada fala melhor do que a sua voz, especialmente quando o novo disco se chama "21 Gramas". A Casa da Música, no Porto, recebe-a no dia 19 de Outubro.
Partindo do princípio que 21 gramas é o peso que perdemos na exacta altura da nossa morte, Cristina parte, neste disco, em busca da alma que Amália Rodrigues trouxe à nossa música, percorrendo o repertório da eterna diva do fado.

Para Cristina Branco, tudo começou, aliás, no dia em que o avô lhe ofereceu um disco de Amália. Descobriu então toda a emoção que o fado podia conter, na sua íntima ligação entre a voz, a poesia e a música. Viria a definir o seu percurso com um profundo respeito pela tradição, que caminha lado a lado com o desejo de inovar. Esse percurso - de grande projecção internacional - estabeleceu-a como uma das melhores intérpretes
do fado triste e fatalista, mas também do fado alegre e luminoso. In PUBLICO.PT»

LOCAL
Porto, Casa da Música
HORARIOS
Dia 19-10-2006
Quinta às 22h00
PREÇO
10€
(COMPRAR)

Se A Alma Te Reprova - Cristina Branco

Tuesday, October 17, 2006

Em busca da perfeição...


Metheny Mehldau - Pat Metheny & Brad Mehldau


O que dizer de um álbum que reúne tão somente dois dos melhores músicos da actualidade, acompanhados por outros grandes nomes do Jazz actual? Não restarão dúvidas de que, este «Metheny Mehldau», será certamente um trabalho que fará parte de qualquer lista dos melhores álbuns do Século XXI. A colaboração entre o pianista Brad Mehldau e o guitarrista Pat Metheny é simplesmente perfeita.

Oito destes temas são duetos entre estes grandes nomes do Jazz actual e os restantes contam com a participação da secção rítmica de Brad Mehldau - Grenadier e Jeff Ballard.


Slip Away - Pat Metheny


Exit Music (for a film) - Radiohead cover - Brad Mehldau

Saturday, October 14, 2006

Obrigatório!


Erase Que Se Era - Silvio Rodríguez


Neste novo CD duplo,
Silvio Rodríguez resgata temas compostos no final dos anos 60 e começo dos anos 70, isto é, anteriores à gravação de seu primeiro disco, «Días y Flores». Muitos destes temas são inéditos existindo, no entanto, alguns temas já apresentados ao vivo, como «La canción de la trova» ou o histórico «Fusil contra fusil».
Comprar.

Te Doy Un Cancion - Silvio Rodríguez

Wednesday, October 11, 2006

Mês em Cheio!


The Crane Wife - The Decemberists


Depois de três excelentes álbuns, «Castaways and Cutouts» (2002), «Her Majesty» (2003) e «Picaresque» (2005), os The Decemberists são já um nome consolidado no panorama indie.

Colin Meloy, o mentor do projecto, é um compositor capaz de criar deliciosas melodias pop a partir de contos e histórias fantásticas, transportando o ouvinte para o mundo dos sonhos.

«The Crane Wife» é mais um álbum recheado de grandes canções. Respeitando a linha a que Colin nos habituou, existem ainda alguns momentos de algum experimentalismo, demonstrando a capacidade de inovação só ao alcance dos predestinados. Poucas bandas seriam capazes de lançar, em pouco mais de um ano, dois álbuns memoráveis, os The Decemberists fizeram-no com mestria!

Curiosamente e, diga-se, surpreendentemente, os The Decemberists não chegaram ainda ao «airplay» das rádios. Sendo que, este é provavelmente o disco que mais facilmente os poderá colocar nas bocas do mundo. Temas como, «Yankee Bayonet (I Will be Home Then)», que conta com belíssima participação da cantora e compositora folk, Laura Veirs e, particularmente, o tema «SummerSong» cumprem os requisitos mínimos para integrar as modernas playlists radiofónicas.

Summersong - The Decemberists (The Crane Wife/06)


Friday, October 06, 2006

Disco do Ano!


The Letting Go - Bonnie "Prince" Billy


Verdadeira obra-prima. Provavelmente o melhor disco da carreira de Will Oldham aka Bonnie 'Prince' Billy. Depois do enorme «Master and Everyone», o regresso de Bonnie aos discos de originais consegue ser ainda mais profundo e apaixonante, reunindo o conjunto de brilhantes canções, que nos contam de forma terna e nostálgica, histórias de amores e desamores, de profunda solidão e de ardente reencontro. Gravado em Reykjavic, na Islândia, conta com a participação de Jim White (Dirty Three) e conta com a preciosa ajuda de Dawn MacCarthy das Faun Fables, com quem partilha a interpretação vocal dos temas. Esta parceria resulta de forma soberba, conferindo e acrescentando encanto aos temas cantados em dueto ou com Dawn como "back vocal".