Thursday, March 31, 2005

Pop de Qualidade (em Português)



Apontamento - Margarida Pinto


«Apontamento» é o primeiro registo a solo da vocalista da banda portuguesa «Coldfinger». Margarida Pinto procurou que este trabalho a solo não pudesse ser considerado apenas como um prolongamento do que vem fazendo nos Coldfinger, tendo tido consequentemente, uma enorme preocupação em criar uma atmosfera substancialmente diferente daquela que resulta dos álbuns da banda da qual faz parte desde 1999, e que lhe valeu nesse mesmo ano, a Nomeação para melhor voz nacional pelos jornais Blitz e Público.

Neste trabalho composto por 14 temas, encontram-se poemas da sua própria autoria (com a colaboração de Miguel Cardona com quem partilha o projecto Coldfinger) e existem algumas surpresas reveladoras de um enorme bom gosto e de apurado sentido poético, sempre numa procura incessante de valorização das palavras, a artista recorreu à obra poética de Fernando Pessoa e dos seus heterónimos: «Não Digas Nada» é da autoria de Fernando Pessoa e «Apontamento» e «Na Véspera de Não Partir Nunca» têm assinatura de Álvaro de Campos.

Margarida conta ainda com a participação de Pac, dos Da Weasel, na composição e interpretação de «Aviso-te», e de João Pedro Coimbra, dos Mesa, que assina a letra de «Frio o Tempo». Para além dos músicos Miguel Cardona (guitarra, baixo, teclas), Sérgio Nascimento e Nuno Pessoa (bateria), Pedro Gonçalves dos Dead Combo (contrabaixo) e Gui dos Xutos & Pontapés (saxofone).

Musicalmente, este trabalho de Margarida Pinto está em oposição, quase total, à sonoridade habitual dos Coldfinger. Aqui, o peso dos samples e da electrónica, é substituída pela qualidade vocal da interprete que, com os seus trejeitos e jogo de timbres, enche e preenche quase todo o campo auditivo.

É um disco marcadamente pop, embora com influências que vão do jazz há música brasileira, onde o cuidado dado aos poemas, juntamente com a capacidade vocal de Margarida, transformam este num dos grandes trabalhos da nova música portuguesa. Constituindo mais uma prova irrefutável, de que existem excelentes interpretes em Portugal, capazes de escrever e interpretar poemas em Português, inclusivamente de grandes vultos da poesia mundial.

Alinhamento:

01 - Apontamento
02 - Translúcido
03 - História n.º 1
04 - Hey! (Sempre Feliz)
05 - Lembra-me de nós
06 - Na véspera de não partir nunca ...
07 - Eu queria ser Músico
08 - Aviso-te
09 - Não digas nada
10 - Hesitação ( em ti)
11 - Frio o tempo
12 - Estranhos à mesa
13 - Um dia, aqui
14 - Ficar (Canção de embalar)