Saturday, March 26, 2005

Mais um com Selo de Qualidade


Sede - Jorge Cruz

Foi lançado em Outubro de 2004, um dos grandes álbuns da música portuguesa. «Sede» é o primeiro álbum em nome próprio do músico português Jorge Cruz que, depois de ter dado voz a projectos como os Superego e O Pequeno Aquíles, inicia agora uma promissora carreira a solo.

«Sede» é um excelente álbum, assente na dicotomia voz/guitarra acústica, composto por nove excelentes composições, onde a capacidade de Jorge Cruz de criar momentos de enorme simplicidade, mas simultaneamente de grande emotividade e honestidade, está sobejamente demonstrada. A qualidade da escrita de Jorge Cruz é invulgar e transforma-o desde já num dos melhores songwriters do panorama musical português.

Existe, no entanto, uma questão que deve merecer reflexão e que se prende com a política de divulgação dos novos valores da música portuguesa. Não se percebe como é que é possível que um álbum composto por (apenas) nove temas custe cerca de 15€. Com esta política de preços imposta pela indústria musical, tornar-se-á cada vez mais difícil que os músicos portugueses de qualidade cheguem aos ouvidos dos portugueses. Isto justamente num país onde as rádios, dependentes de playlists pré-fabricadas por interesses económicos de carácter global, se limitam a passar meia dúzia de canções portuguesas.

Mais uma vez, basta chegar a Badajoz ou Ayamonte para perceber como a configuração do mercado espanhol de música está organizado na defesa dos interesses nacionais, sendo a rádio e televisão os grandes veículos de propagação dos projectos dos músicos espanhóis. Bem se sabendo que a realidade terá que ser forçosamente diferente da portuguesa, sobretudo devido há enorme capacidade do mercado espanhol, atendendo especialmente a que o número de potenciais consumidores é naturalmente muito superior, importará mesmo assim alterar as políticas de promoção de novos valores portugueses, cabendo aos próprios músicos uma grande cota parte de responsabilidade.

Por exemplo, este álbum de Jorge Cruz se fosse distribuído por venda directa num esquema semelhante ao utilizado pelo iTunes, custaria ao consumidor final cerca de $8,91 ($0,99 por cada tema), isto é cerca de 6,88€. Sendo que, no caso de se optar por comprar os álbuns inteiros, e não faixa a faixa, o preço máximo de qualquer álbum desce para $9,99, ou seja cerca de 7,71€!

Alinhamento:

1 - Balada da Sede
2 - Lua no Meio
3 - Adriana
4 - Fado de Uma Rua Qualquer
5 - Perdas e Danos
6 - Setembro,18
7 - Canção da Tua Rua
8 - Brincar Com o Fogo
9 - Roupas (parte 2)