Sunday, March 20, 2005

*****



Hotel - Moby


«Hotel» é o nome do último álbum do músico norte-americano Moby, lançado recentemente. Trabalho gravado e masterizado no apartamento do músico, bem como nos estúdios Electric Lady e Loho de Manhattan.

Este é disco conceptual estruturado a partir do fascínio de Moby por hotéis, que nas palavras do próprio: “São espaços incrivelmente íntimos, que são limpos a cada 24 horas e feitos de forma a parecer completamente anónimos. Nos quartos de hotéis as pessoas dormem, choram, tomam banho, fazem sexo e começam relações. Fascina-me que um hotel se torne na nossa casa biológica desde que lá entramos até que saímos. Acho que, de certa maneira, isto tem analogias com a condição humana”.

No primeiro álbum da carreira de Moby sem a utilização de samples de voz, e em que o músico optou por tocar todos os instrumentos (excepto a bateria a cargo de Scott Frassetto), sobressaí a excelente voz de
Laura Dawn.

São 14 as faixas deste «Hotel» e estão recheadas de sonoridades electro-pop, New Wave, rock, techno, pop, isto é, são faixas marcadamente «Mobylianas», onde a mescla de sentimentos e estilos musicais é utilizada com grande consistência na produção de grandes temas.

Os principais destaques são: «Hotel Intro» (excelente instrumental capaz de imediatamente transportar o ouvinte para um qualquer átrio de hotel); «Lift Me Up» (o 1º single, polémico pois retrata um possível conto sobre uma nova onde de fundamentalismo entre Washington e Bagdad); «Temptation»; «Spiders»; «Love Should» e «Slipping Away».