Thursday, November 04, 2004

«He not busy being born is busy dying.» Dylan


From A Basement On The Hill - Elliott Smith


O lançamento deste álbum coincide com o 1º aniversário da morte de Elliott Smith. Malogradamente este é muito provavelmente o seu melhor álbum e ficará na história apenas como o seu álbum póstumo.

No entanto, este não é o típico álbum póstumo em que alguem, próximo do músico prematuramente desaparecido, reúne um conjunto de músicas perdidas em diversas gravações e publica um álbum de homenagem. Este «From a basement on the hill» é verdadeiramente algo muito próximo do 6º álbum de Smith, já que, grande parte destes temas estavam prontos e iriam fazer parte do alinhamento, quando este decidiu dar o último passo.

Elliott Smith era um daqueles a quem temos que apelidar de génios da música, seres estranhos capazes de emocionar o mundo inteiro com as suas composições, muitas vezes sombrias, cruas, mas carregadas de verdade. Elliott, juntamente com Nick Drake e Jeff Buckley eram os três maiores representantes da nova geração de songwriters e lamentavelmente todos tiveram o mesmo fim, prematuro e trágico. Com esta amostra quem será o Dylan ou o Cohen do futuro?

Este trabalho está ao nível dos aclamados «Either/Or» e «X.O», contando com 15 temas de puro encantamento.

No entanto, destacam-se temas como: «Let's Get Lost»; «Strung Out Again»; «Twilight»; «Fond Farewell»; «A Passing Feeling»; «Memory Lane»; «Last Hour» e «A Distorted Reality Is Now a Necessity to Be Free» que encerra o álbum de forma magistral:

«I'm floating in a black balloon
I must make it through this afternoon
Shame shifting shadow down drifting
Way out of town
And all you ladies and you gentleman
Unhappy where you could have been
Drive people like you drive a car
Till you don't know where you are
You don't impress me
I'm sorry that you're chained to the ground
But no big brother is gonna bring me down now
Rim's rolling now with all his might
Rain drops falling through a starry night
Sunrise on a choppy crusade
Waving back at you not me
You don't impress me
You can't be satisfied anyhow
And now big brother is gonna bring me back down»