Thursday, September 29, 2005

Parker And Lily em Famalicão



Informação via Som Activo.(Post completíssimo sobre o duo)

PARKER AND LILY (EUA)
8 Outubro
sábado 23.30
café concerto
Entrada: 5 euros
www.parkerandlily.com

«My Golden Arm»

Tuesday, September 27, 2005

Eden no Arraial do Caloiro do IST



«Os Eden actuam no Arraial do Caloiro do Instituto Superior Técnico no próximo dia 29 de Setembro.

Considerado o maior evento de “recepção ao caloiro” em Lisboa, a edição de 2005 conta com a presença de grandes nomes da música nacional. No dia 29, irão actuar os Primitive Reason e os Blind Zero; no dia 30, os cabeças de cartaz são os Expensive Soul, Body Rockers (banda britânica) e os Blasted Mechanism.

O recinto, situado na alameda do Técnico, dispõe de zona “chill-out”, zona Vip, área de desportos radicais, discoteca, e as habituais barracas das comissões de finalistas. A organização (Assoc. Estudantes do IST) estima a presença de mais de 20.000 pessoas neste evento. Os bilhetes estão a venda nas lojas FNAC: o preço é de 13 euros para os dois dias do festival.

Para mais informações, o site oficial do Arraial é
www.arraialdocaloiro.com»

Os Eden são um colectivo originário da Nazaré, que conta com 5 anos de existência. Em Maio de 2005, o grupo venceu o concurso da RTPN “Portugal a tocar: novas bandas, novos talentos” , o qual contou com a presença de 16 bandas oriundas de todo o país. A final deste concurso foi disputada em Castelo Branco, tendo sido transmitida pela RTPN no dia 11 de Junho.

Como prémio, os Eden irão gravar em breve um DVD baseado num espectáculo ao vivo da banda (em data e local a anunciar).

Site Oficial: Eden

Algumas Músicas(videos - aqui):
Renascer das Cinzas

Até ao Fim do Mar

Fera Ferida

O Jogo

4 Elementos

Sunday, September 25, 2005

O Regresso das Caixinhas de Música



Noah's Ark - Cocorosie


Quando, em 2004, as irmãs Bianca e Sierra Casady lançaram o seu primeiro álbum intitulado «La Maison de Mon Rêve», desde logo se percebeu que este era um projecto a seguir com muita atenção. O original processo criativo e a suave doçura das vozes, desde cedo, cativaram muitos dos que tiveram oportunidade de ouvir o referido trabalho.

Passado pouco mais de um ano, as exuberantes Cocorosie estão de volta, apresentando «Noah's Ark», nome que decidiram colocar ao, sempre tão problemático, segundo álbum. Depois de um álbum carregado de doçura, emoção, confidências, paixões e desilusões, tornar-se-ia bastante complicado conseguir fazer algo similar, ou que, pelo menos, conseguisse manter a aura alcançada com «La Maison de Mon Rêve».

A verdade é que, as Cocorosie não só confirmaram a sua enorme criatividade como, foram mesmo capazes de, com a colaboração de nomes como Devendra Banhart e Antony & The Johnsons, suplantar em alguns momentos o seu álbum de estreia. Destaque para temas como: «K-Hole»; «Beautiful Boyz» com Antony & The Johnsons; «The Sea Is Calm»; «Noah's Ark» ou «Brasilian Sun».

Alinhamento:
01. K-Hole
02. Beautiful Boyz
03. South 2nd
04. Bear Hides and Buffalo
05. Tekno Love Song
06. The Sea Is Calm
07. Noah’s Ark

08. Milk
09. Armageddon
10. Brazilian Sun
11. Bisounours
12. Honey or Tar

Mais Informações: aqui
Álbum Completo(Quicktime): aqui

Friday, September 23, 2005

Donna Maria: Concerto 1 de Outubro



«É já no próximo dia 1 de Outubro o concerto dos Donna Maria no Forum Lisboa. Este evento marca o nosso regresso a "casa" depois de nos últimos meses termos percorrido Portugal de Norte a Sul, passando pela Ilha da Madeira.
O nosso concerto está inserido na programação do festival internacional Cosmopolis, que vai já na sua 6ª edição.
A 1ª parte será feita pelos franceses Bumcello.
Horário: 22:00H
Preço: 10€
À venda locais habituais.
http://www.ticketline.pt/ (Clicar em FESTIVAL)»


Foto Pedro Geraldes in Blog Donna Maria

«Estão disponíveis cerca de 70 lugares para a 1ª Plateia (+/- até metade da sala), na Ticketline/ FNAC e agências habituais.»



Mais informações: Blog Oficial
Ouvir o Álbum: Aqui

Tuesday, September 20, 2005

Um tranquilizante natural



Takk... - Sigur Rós


«Takk» («Obrigado») é o quarto álbum dos Sigur Rós. Sendo um agradecimento do grupo aos milhares de fãs que um pouco por todo o mundo, transformaram este projecto num objecto de culto. Realce-se a este propósito, a entrada directa deste novo trabalho para o 5º lugar do top nacional de vendas.

Muito provavelmente, a data escolhida para o lançamento deste trabalho, não foi escolhida ao acaso, já que, este é claramente um álbum de fim de estação estival, um álbum de exteriores, a ser ouvido em interiores quentes e confortáveis.

Através dos 11 temas do álbum, o ouvinte é transportado para as maravilhosas paisagens islandesas, onde a profusão de sons se torna por vezes melancólica, sendo outras vezes, uma pugente libertação através de caminhos encantados.

Em termos estéticos, este quarto álbum dos Sigur Rós apresenta algumas alterações, quer em relação ao tipo de sonoridades apresentadas (parece existir aqui uma aproximação a universos tendencialmente mais pop/easy-listening), quer por ser a primeira vez que a banda canta em islandês, embora mantenha em grande parte dos temas, a utilização do «Hopelandish», o dialecto inventado pela banda (conjunto de sons que juntos, formam música).

Um disco fundamentalmente de ambientes, de sons e de vozes, onde a palavra e o conteúdo literário são suplantados pela profusão de sons, capazes de fazerem o ouvinte entrar num mundo encantado de sonhos.

Importará não perder em Novembro (dia 20), o verdadeiro ritual iniciático que se viverá no Coliseu dos Recreios, a cargo destes mágicos islandeses.

Alinhamento:
01- Takk...
02- Glosoli

03- Hoppipolla
04- Meo Blodnasir
05- Se Lest
06- Saeglopur
07- Milano
08- Gong
09- Andvari
10- Svo Hljott
11- Heysatan

A ouvir na íntegra em Myspace.

Saturday, September 17, 2005

Porque Portugal não é só futebol...

wctrampolines
...e este blog é o que se quiser que seja.

Estão a decorrer na Holanda, os Campeonatos do Mundo de Trampolins (transmissões na Eurosport), com mais uma brilhante participação dos atletas portugueses.

A selecção portuguesa na especialidade de Duplo Mini-trampolim, voltou aos grandes momentos conquistando três medalhas, ficando perto das quatro alcançadas nos campeonatos do mundo de Odense, em 2001.

A equipa feminina de Duplo Mini-trampolim, constituída por Ana Simões, Nicole Pacheco, Sílvia Saiote e Marta Ferreira sagrou-se Campeã do Mundo de Duplo mini-trampolim, superiorizando-se a selecções como a americana(2º) e a russa(4º). Sendo que, Sílvia Saiote sagrou-se, ainda, Campeã do Mundo da mesma categoria na competição individual, tendo a atleta Ana Simões alcançado um brilhante terceiro lugar na mesma prova.

Uma palavra ainda para a participação da equipa masculina de Trampolim que conquistou um brilhante 5º lugar na final por equipas. Infelizmente, desta vez o nosso melhor atleta olímpico (6º) - Nuno Merino - não esteve feliz, quer individualmente, quer na competição sincronizada (com Amadeu Neves), não tendo conseguido repetir a brilhante vitória da Taça do Mundo, que decorreu em Agosto, na Rússia.


Tuesday, September 13, 2005

Um Semana em Cheio


Noah's Ark - Cocorosie
Edição: 13 de Setembro



Takk - Sigor Rós
Edição: 12 de Setembro



Cripple Crow - Devendra Banhart
Edição: 19 de Setembro

Saturday, September 10, 2005

Este Blog Faz Hoje...

ANO

Agradece-se a todos quantos, ao longo deste ano, leram, comentaram, sugeriram, criticaram, protestaram, elogiaram e, no fundo, contribuíram para que este blog fosse um instrumento de informação e de partilha de opiniões.

Uma palavra especial para todos os que visitam o EM, a partir dos mais variados pontos do globo.

Obrigado a todos!

Wednesday, September 07, 2005

Van "The Man" Morrison



Magic Time - Van Morrison


["O cantor e compositor irlandês Van Morrison cancelou alguns concertos da digressão, incluindo duas datas em Outubro em Portugal. Para quem já comprou os bilhetes, a devolução poderá ser feita no local de compra durante 30 dias a contar da data prevista do evento."]

O grande mestre celta está de volta com um trabalho capaz de, em alguns momentos, fazer o ouvinte recuar, mais de 15 anos, até ao brilhante «Avalon Sunset». Van Morrison é, no entanto, um homem amargurado com o mundo actual. O tema «Keep Mediocrity At Bay» pode ser mesmo considerado como uma espécie de manifesto de revolta, contra a mediocridade e vulgaridade tão em voga no globo.

«Magic Time» é o primeiro álbum que Van Morrison edita pela sua própria companhia discográfica, a Exile Music Recordings, e conta com a ajuda dos músicos Brian Connor (piano), Foggy Lyttle (guitarra), David Hayes (baixo), Liam Bradley (bateria) e Jerome Rimson (voz).

Este trabalho é uma confirmação de que existem músicos que sabem envelhecer, continuando a fazer, passados 40 anos de carreira, discos extremamente consistentes. Aqui a mescla entre os blues e jazz americano e a música tradicional celta e irlandesa, funciona na perfeição, sendo este um excelente álbum para ouvir no regresso de férias, ao fim da tarde e com um copo na mão.

Alinhamento:

01- Stranded
02- Celtic New Year
03- Keep Mediocrity At Bay
04- Evening Train
05- This Love Of Mine
06- I'm Confessin
07- Just Like Greta
08- Gypsy In My Soul
09- Lonely And Blue
10- The Lion This Time

11- Magic Time
12- They Sold Me Out

13- Carry On Regardless

Saturday, September 03, 2005

Hurricane Katrina 2005


UWisc/CIMSS - http://cimss.ssec.wisc.edu/tropic/

Bessie Smith - BlackWater Blues (1927)


«When it rains five days and the skies turn dark as night
When it rains five days and the skies turn dark as night
Then trouble's takin' place in the lowlands at night

I woke up this mornin', can't even get out of my door
I woke up this mornin', can't even get out of my door
There's been enough trouble to make a poor girl wonder where she want to go

Then they rowed a little boat about five miles 'cross the pond
Then they rowed a little boat about five miles 'cross the pond
I packed all my clothes, throwed them in and they rowed me along

When it thunders and lightnin' and when the wind begins to blow
When it thunders and lightnin' and the wind begins to blow
There's thousands of people ain't got no place to go

Then I went and stood upon some high old lonesome hill
Then I went and stood upon some high old lonesome hill
Then looked down on the house were I used to live

Backwater blues done call me to pack my things and go
Backwater blues done call me to pack my things and go
'Cause my house fell down and I can't live there no more

Mmm, I can't move no more
Mmm, I can't move no more
There ain't no place for a poor old girl to go»

Inspiração:
Jazz no País do Improviso
Referências:
Wikipedia - Mississippi Flood Of 1927
Red Hot Jazz
Wikipedia - Hurricane Katrina
CNN
The New York Times
American Red Cross

Actualização:
Post obrigatório sobre a questão no Blog de Idelber Avelar, professor na Universidade de Tulane. É comovente ver o louvável trabalho de ajuda/cooperação feito pelo editor do blog - O Biscoito Fino e a Massa.

Devendra Banhart



O novo álbum de Devendra Banhart, intitulado «Cripple Crow», terá edição a 19 de Setembro e está em pré-audição aqui (info via David F Presents) ou aqui.

Particular destaque, desde já, para um dos temas (são 22,no total) deste trabalho. É logo ao segundo tema, que Devendra Banhart resolve dar, ao título de uma das suas composições, o curioso nome de Santa Maria da Feira.

Friday, September 02, 2005

Festa do Avante - 2,3 e 4 de Setembro



Começa hoje, na Quinta da Atalaia (Amora, Seixal), o mais antigo festival português de música. Partidarismos à parte, a Festa do Avante é, sem sombra de dúvida, um dos grandes acontecimentos musicais e culturais deste país.

Num recinto com oito palcos, vão desfilar cerca de 120 artistas, de onde se destacam, entre muitos outros:

2 de Setembro
Carlos Bica
Haikus – Dança
Kussondulola
MeltingPot
Vera Mantero e Gabriel Godói interpretam Caetano Veloso

3 de Setembro
Brigada Vitor Jara
Bunnyranch
Clã
Cristina Branco
Joana Rios
Linda Martini
Luas de Maio
Lupanar
Otis Grand
Primitive Reason
Realejo
Xutos & Pontapés

4 de Setembro
Blasted Mechanism
Da Weasel
Dazkarieh
Terrakota
Tricotismo
Undercut

Programa Completo e mais informações no site oficial.

Do grande Porto para o Mundo...



Éramos Assim - Boitezuleika


Os Boitezuleika nascem enquanto banda no Porto em 2000. Infelizmente, tal como tem acontecido com outros bons projectos da música portuguesa, demoraram a conseguir sair do total anonimato. Depois de algumas entradas e saídas de elementos, factor também ele comum a outros projectos, conseguiram o seu momento de viragem, ao vencerem o concurso de novos valores (Quinta dos Portugueses) da Antena 3. Com este prémio, tiveram direito a uma passagem pelo Superbock-Superock de 2004, para além da possibilidade de gravação deste primeiro álbum. Tendo dado recentemente um excelente concerto no Festival do Sudoeste.

«Éramos Assim» é o título do álbum, sendo igualmente o título de uma das melhores faixas deste trabalho. Trabalho que reflecte as deambulações de um grupo de jovens músicos, contando com um alinhamento bastante diversificado, onde se misturam temas com sonoridades próximas da música tradicional portuguesa, a soar a Fausto, temas mais divertidos e leves, onde a inocência e espírito jovem vêm ao de cima e temas que podiam ter origem do outro lado do atlântico, descontando o facto de serem cantados em português.

Com produção de Pedro Renato, músico e produtor (Belle Chase Hotel, Azembla´s Quartet) foi em Coimbra que, este grupo do Porto gravou um conjunto de canções desiguais, que no entanto constituem uma excelente primeira apresentação das capacidades deste colectivo.

Num alinhamento com alguns momentos altos são de destacar temas como: «Marcha Sambada»; «Éramos Assim»; «Quiseram Roubar-me esta Noite»; «Tóxico Prostituta» e ainda «Bolero do Coronel Sensível Que Fez Amor em Monsanto», música da autoria de Vitorino, com um poema de António Lobo Antunes. Isto claro, para além do, apenas divertido, single de apresentação, o já conhecido «Cão Muito Mau», que de forma alguma representa o estilo musical dos Boitezuleika.

Alinhamento:
01- Cão Muito Mau Intro

02- Cão Muito Mau

03- Cidade de Marionetas

04- Espero-te Na Estação (Comboio)

05- Marcha Sambada

06- Éramos Assim
07- Circo Do Amadeu
08- Quiseram Roubar-me Esta Noite
09- Tóxico Prostituta
10- É O Ego
11- Bolero Do Coronel Sensível Que Fez Amor Em Monsanto
12- Morte Em Tempo Real
13- Adoro O Perigo
14- Bola De Sabão